sábado , outubro 23 2021
Home / Destaque / PC-CE prende homem e mulher suspeitos de favorecimento sexual de adolescente em Acopiara

PC-CE prende homem e mulher suspeitos de favorecimento sexual de adolescente em Acopiara

Uma ação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) resultou na prisão em flagrante de um homem e de uma mulher suspeitos de favorecimento sexual envolvendo uma adolescente. A prisão ocorreu na tarde dessa quinta-feira (31), em Acopiara, na Área Integrada de Segurança 21 (AIS 21) do Estado. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia Municipal da cidade, onde um inquérito policial foi instaurado para apurar a circunstâncias do fato.

Após o recebimento de denúncias acerca de um estabelecimento comercial que servia para  práticas delituosas, policiais civis foram até o local, situado no bairro Moreira de Baixo, em Acopiara. Chegando lá, se deparam com uma adolescente de 17 anos, na companhia de um adulto, de 65 anos. Ao ser questionado sobre a idade da garota, foi constatado que ela era menor de idade e que há cerca de dois meses frequentava aquele bar na companhia de homens. A proprietária do estabelecimento, uma mulher de 72 anos, e o homem que acompanhava a adolescente foram conduzidos para a Delegacia Municipal de Acopiara.

Na delegacia, após o depoimento de todos envolvidos na ocorrência e diante das provas colhidas durante a diligência policial, o homem e a mulher foram autuados em flagrante por favorecimento à prostituição. Eles encontram-se à disposição da Justiça. A PCCE continua investigando o caso com o objetivo de identificar outros partícipes da ação delituosa.

O que diz a lei

Art. 218-B. Submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 anos ou que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, facilitá-la, impedir ou dificultar que a abandone. A pena para a prática criminosa é de reclusão de quatro a dez anos. Incorre nas mesmas penas o proprietário, o gerente ou o responsável pelo local em que se verifiquem alguma das condutas anteriores.

Denúncias

A Polícia Civil segue investigando o caso. A população também pode colaborar com o trabalho policial ligando para o número (88) 3565-9501, da Delegacia Municipal de Acopiara. O sigilo e o anonimato são garantidos.

*Para resguardar a identidade da vítima, os nomes dos suspeitos não serão divulgados

Fonte: www.sspds.ce.gov.br

Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade.com

Deixe uma resposta