sexta-feira , setembro 17 2021
Home / Notícias / Nacional / Homem que se filmou com capacete nazista nega ser nazista, mas confirma à polícia que admira Hitler

Homem que se filmou com capacete nazista nega ser nazista, mas confirma à polícia que admira Hitler

Homem exibiu capacete e fez saudação nazista em vídeo Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul cumpriu mandados de busca e apreensão contra um homem de 21 anos que viralizou nas redes sociais nesta semana por ter publicado um vídeo exibindo um capacete nazista, dizendo que sairia assim na rua e produziria mais conteúdo com ele para a internet.

De acordo com o delegado Alexandre Souza, o suspeito declarou, em depoimento, que não é nazista, como também não fez apologia ao nazismo, apenas fez o vídeo de “zoeira”. O autor do vídeo, contudo, confessou que realizou a saudação nazista por ser admirador de Adolf Hitler.

A ação foi realizada na casa do suspeito, em Tramandaí, nesta sexta-feira. O indivíduo é investigado por apologia ao nazismo, cuja pena vai de dois a cinco anos de prisão e multa. Não cabe direito à fiança. Após o vídeo dele viralizar nas redes sociais, muitos internautas postaram acusações deste delito contra ele, até que o material chegou à Polícia Civil.

Na legislação brasileira, consta que é crime “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular, símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”.

No vídeo, o homem exibe um capacete nazista, enquanto faz uma saudação típica dos soldados alemães durante o Terceiro Reich.

“Salve, galerinha, beleza? Antes de tudo, sieg heil. Tamo junto aí, né?”, afirma ele, levando o braço à frente com a palma da mão estendida para baixo e adotando a expressão em alemão que significa “salve a vitória”, ou seja, imitando um gesto como era feito por nazistas. A mesma saudação também era utilizada na versão direcionada para Hitler — responsável pelo Holocausto, que resultou na morte de milhões de pessoas, muitos deles judeus — a quem o sujeito demonstra tanto admirar.

“Meu chapéu da legião hitlerista, p*. Tamo junto, c*. Terceira posição aí, ó”, diz o autor do vídeo.

Na sequência, o indivíduo conta que havia acabado de receber o item, e que pretende usá-lo em próximas publicações para seu canal na internet, além de andar na rua com ele.

“Com esse chapéu aqui, eu vou fazer os vídeos, tá ligado?”, comenta, sugerindo ainda sua intenção de adquirir um uniforme. “Vou sair com ele na rua aí. E tô para comprar roupa também, tá ligado? Vai ficar top”.

Foram apreendidos na residência do autor do vídeo HDs, celular, computador, rádios comunicadores, pendrives, canivete, nunchaku, cartão de memórias, capacete, touca, entre outros itens. Souza disse que esses materiais serão analisados pela Polícia Civil, que prossegue com a investigação.

O capacete exibido no vídeo, referente a um dos usados por nazistas na Segunda Guerra Mundial, contém, de um lado, as cores da bandeira do Império Alemão (1871-1918) e do outro, a insígnia do Wehrmacht, termo em alemão usado para as forças armadas do regime nazista de Adolf Hitler (1933-1945).

Fonte: extra.globo.com

Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade.com

Deixe uma resposta