sábado , dezembro 15 2018
Home / Destaque / Sistema elétrico do Frotinha de Messejana nunca passou por requalificação total

Sistema elétrico do Frotinha de Messejana nunca passou por requalificação total

A Prefeitura informou que o Hospital está funcionando com dois geradores e um terceiro chegaria nas próximas horas para aliviar os transtornos da falta de energia

Frotinha de Messejana está às escuras por problemas na estutura elétrica ( Foto: Kid Junior )

Com o atendimento comprometido há 5 dias por falta de energia, o Frotinha da Messejana nunca passou por uma requalificação de seu sistema elétrico. De acordo com a secretária de infraestrutura do município, Manoela Nogueira, a unidade de saúde que funciona há 40 anos só recebeu reparos pontuais. 

“O Frotinha tem cerca de quarenta anos, algumas reformas pontuais foram feitas, mas uma requalificação total na parte elétrica não teve nesses quarenta anos. Por isso que desde o ano passado, a gente vem fazendo projetos e verificando a necessidade de uma requalificação geral de todos os hospitais não só do Frotinha”, explicou a titular da Seinf.

Ela informou que, pelo menos, quatro equipes estão trabalhando na investigação do problema. O motivo teria sindo um curto circuito na parte interna do hospital. O local está com energia funcionando apenas parcialmente. Algumas salas continuam as escuras,  sem ar condicionado, parte dos aparelhos elétricos também desligados. O que acaba influenciando na rotina de atendimento.

Dona Maria do Socorro, comerciante, está com o braço engessado há pelos menos dois meses. Ela foi à unidade tentar uma avaliação e voltou pra casa sem o parecer  médico . “A resposta que eu peguei ali é que tenho que ir embora para casa, que daqui para outra semana, ela ia aparecer essa energia” relatou a comerciante que veio de Cascavel, a quase setenta quilômetros da Capital.

A Prefeitura informou que o hospital está funcionando com dois geradores e um terceiro chegaria nas próximas horas para aliviar os transtornos da falta de energia. “Nós estamos trabalhando, temos quatro equipes de eletricistas no hospital analisando circuito por circuito, pra identificar esse curto”, respondeu a secretaria Manoela Nogueira, sobre como deve funcionar o trabalho nos próximos três dias, expectativa de tempo para solucionar o problema.  Ela ainda reforçou que  R$10 milhões já começaram a ser aplicados na rede pública de Fortaleza para resolver o estado das unidades de saúde. O Frotinha de Messejana está dentro do pacote.

Em nota enviada na terça-feira (25), a Secretaria de Saúde do Município informou que os pacientes internados continuaram recebendo atendimento médico e que apenas os que os que necessitavam de suporte de aparelhos elétricos haviam sido transferidos para outras unidades.

Fonte: Diário do Nordeste

Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade .com

Deixe uma resposta