terça-feira , novembro 24 2020
Home / Esporte / O que muda para Neymar e PSG caso Mbappé fique fora da Champions

O que muda para Neymar e PSG caso Mbappé fique fora da Champions

Mbappé participou da cerimônia do título da Copa da França de muletas Imagem: REUTERS/Christian Hartmann

Mbappé teve uma entorse no tornozelo direito diagnosticada depois de sofrer uma falta dura na final da Copa da França, ontem, e agora é dúvida do Paris Saint-Germain para o retorno da Liga dos Campeões. O craque será reavaliado em 72 horas e tentará reunir condições para enfrentar a Atalanta, no dia 12 de agosto, pelas quartas de final do torneio que é o grande objetivo e seria inédito para o clube francês.

Mas, caso o camisa 7 não consiga jogar o confronto diante da sensação italiana, o que muda para o PSG? Neymar, por exemplo, pode até voltar a atuar mais aberto, pela ponta esquerda, se não puder contar com seu principal parceiro nas jogadas de ataque.

É que, desde que Cavani descartou a extensão de contrato para jogar a fase final da Champions, o Paris ficou com quatro atacantes no elenco: Neymar, Mbappé, Icardi e Choupo-Moting.

O craque brasileiro, um pouco mais recuado, tem feito há um tempo função mais de meio-campista e armador ao lado de Di María, em um 4-4-2, e não tem histórico, nem muito perfil de atuar em uma dupla de ataque —neste caso, como possível substituto de Mbappé e ao lado de Icardi.

Na maior parte de sua carreira, Neymar compôs formações de trios ofensivos e funcionou bem —não à toa soma 25 títulos e 21 gols em finais de campeonatos.

Desta forma, o técnico Thomas Tuchel não tem, de imediato, algum jogador que faça as funções de Mbappé em campo. Por isso é mais provável que, caso necessite, mexa na formação, adiantando o camisa 10 e Di María para o ataque com Icardi, do que improvise algum jogador.

Uma opção de ‘improvisação’ seria usar Draxler mais avançado, ainda que o alemão também não jogue como segundo atacante. Ele pode virar alternativa para o meio-campo, que é um setor mais ‘farto’ no PSG no momento para Tuchel inovar.

Além dele, o clube conta com Paredes e Gueye, dupla titular na conquista da Copa da França ontem, Marco Verratti, Sarabia (substituto de Mbappé contra o Saint-Étienne) e Ander Herrera.

O cenário, apesar das alternativas, é de apreensão até mesmo pela mídia francesa. O jornal “Le Parisien” noticiou neste sábado que o clube aguarda a próxima avaliação, que acontecerá em 72 horas. Se for apenas entorse, o prazo médio de recuperação varia de 10 a 15 dias. Contando a partir de hoje, dia seguinte à lesão, o PSG tem 19 dias até o jogo mais importante da temporada até aqui.

Antes, o clube decide a Copa da Liga contra o Lyon, no dia 31 de julho, e o jovem francês já é desfalque confirmado.

Na temporada 2019/20, Mbappé tem 34 jogos e 30 gols marcados, o que lhe dá uma média de 0,88 gol por partida. Ele também já deu 18 assistências ao longo deste período.

Fonte: UOL

Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade.com

Deixe uma resposta