segunda-feira , setembro 21 2020
Home / Destaque / Empresa de contratos milionários é denunciada ao MP-CE por supostas irregularidades

Empresa de contratos milionários é denunciada ao MP-CE por supostas irregularidades

A Revista Ceará teve acesso na íntegra ao documento do Ministério Público e da Polícia Civil que mostra o teor da denúncia que envolve a empresa “Rota Serviços LTDA” com contratos de até R$ 22 milhões, em mais de dez prefeituras do Estado.

De acordo com informações preliminares colhidas por nossa equipe, o caso envolve ainda um suposto empresário laranja, já falecido, que transfere a empresa envolvida com contratos milionários com prefeituras, para uma outra suposta empresária laranja, que também beneficiária do auxilio emergencial, dois dias depois de morto.

A Polícia Civil, o Tribunal de Contas do Estado, o Ministério Público Estadual http://www.mpce.mp.br/servicos/consulta_processos/servicos-saj-mp/consultar-processos-saj-mp/ e a Controladoria da União (CGU), estão investigando a empresa “Rota Serviços LTDA” que tem R$ 22 milhões em licitações com mais de 10 municípios no Ceará, somente em 2019/2020, após denúncia protocolada em todos os órgãos.

O histórico, no mínimo curioso da empresa, levantou suspeitas. O antigo proprietário da empresa faleceu no dia 04 de maio de 2020 em um acidente de trânsito, e, curiosamente, dois dias após o seu óbito, a empresa foi transferida pelo falecido na junta comercial, utilizando-se seu certificado digital, a uma mulher, que requereu o benefício do auxílio emergencial do Governo Federal e mora em um condomínio simples no Mondubim, segundo a alteração do contrato social.

A empresa possui um valor de quase 2 milhões e tem 22 milhões em licitações ganhas somente no ano passado. Os municípios que a empresa possui contrato de prestação de serviço são: Acaraú, Jijoca de Jericoacoara, Limoeiro do Norte, Uruburetama, Maranguape, Caridade, Crateús, Pedra Branca e Itatira.

Na denúncia protocolada nos órgãos públicos, suspeita-se do envolvimento de Antônio Jonas Mateus como proprietário de fato da empresa, Jonas foi preso em uma operação da Polícia Federal, há dois anos atrás, e possui dois indiciamentos, um por carcere privado/sequestro e outro por homicidio culposo.

Seu pai é o ex-prefeito de Itatira e pré candidato Zé Dival, ele foi secretário de finanças na gestão do pai (2008/2012) e controlava as contas da prefeitura.

Fonte: www.revistaceara.com.br

Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade.com

Deixe uma resposta