terça-feira , setembro 25 2018
Home / Notícias / Política / Emenda impede que Temer aumente fundo eleitoral sem aval do Congresso

Emenda impede que Temer aumente fundo eleitoral sem aval do Congresso

Projeto deverá ser acolhido pelo relator geral do Orçamento, o deputado Cacá Leão (PP-BA) e ainda irá a votação na CMO

O Orçamento de 2018 deverá prever cerca de R$ 1,5 bilhão em receitas para o fundo eleitoral e impedir que despesas sejam canceladas pelo presidente Michel Temer para aumentar a verba, que será destinada para o custeio de campanhas políticas. Uma emenda apresentada pelo senador Ataides Oliveira (PSDB-TO) impede, na prática, que o chefe do Executivo cancele despesa em outra área para ampliar os recursos do fundo.

A emenda deverá ser acolhida pelo relator geral do Orçamento, o deputado Cacá Leão (PP-BA), e ainda irá a votação na Comissão Mista de Orçamento (CMO) e no plenário do Congresso Nacional, que deverá pressionar para aumentar os valores destinados às campanhas. Leão deverá prever que o fundo eleitoral receba especificamente 30% das emendas de bancadas, o equivalente a R$ 1,32 bilhão. A lei determina que sejam destinados ao menos os 30% dessas emendas, o que poderia levar a um aumento no valor.

O fundo receberá ainda tributos que a Receita Federal arrecadará com o fim do horário político gratuito — a previsão no Orçamento para 2018 é de R$ 168 milhões, de acordo com o relatório de receitas aprovado hoje.

Fonte: Estadão Conteúdo

Postado: Pelo site caririverdade.com

Deixe uma resposta