quarta-feira , janeiro 20 2021
Home / Destaque / Dona de casa é morta após ter imóvel invadido por criminosos que tinham outra pessoa como alvo

Dona de casa é morta após ter imóvel invadido por criminosos que tinham outra pessoa como alvo

Atiradores buscavam matar um homem ainda não identificado pela Secretaria da Segurança Pública, que também foi lesionado Antônia Iolanda foi levada a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos Foto: Arquivo pessoal

A dona de uma casa situada no bairro Gizelia Pinheiro, no Crato, região do Cariri, foi morta por tiros de criminosos, no último domingo (27), após ter a residência invadida. Os homens tinham como alvo um homem ainda não identificado pela Secretaria da Segurança Pública, mas acabaram também matando Antônia Iolanda Bacurau do Nascimento, de 50 anos.

De acordo com a pasta, os atiradores teriam chegado ao local onde estava o homem e efetuaram disparos de arma de fogo contra ele. A vítima tentou fugir e se escondeu na casa de Antônia Iolanda. Ele também foi alvejado junto a ela na residência.

Investigação

Antônia Iolanda foi levada a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. O alvo dos criminosos teria sido lesionado e fugiu, segundo a Secretaria da Segurança Pública.

Também conforme a instituição, a Polícia Militar foi acionada e realizou buscas na região. A Polícia Civil realiza diligências para identificar os autores do crime e, também, localizar a outra vítima lesionada para dar continuidade às investigações.

Prisão

No fim da tarde desta segunda-feira (28), a Secretaria da Segurança Pública informou a captura de um homem, identificado como Jardeu Nogueira da Silva, 21, suspeito de envolvimento no homicídio, no Crato. Ele tem passagens por receptação e foi encontrado em uma residência do bairro Villa-Lobos.

No imóvel, uma arma de fogo e 19 gramas de maconha foram apreendidas. Jardeu Nogueira foi levado para a Delegacia Regional de Crato, onde foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e por posse de drogas.

Outro homem também suspeito de envolvimento na morte da dona de casa apresentou-se na delegacia e foi ouvido. No entanto, ele foi liberado por não haver indícios que embasassem o flagrante. Agora, a Polícia Civil realiza oitivas com o intuito de elucidar o homicídio.

Fonte: Diário do nordeste

Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade.com

Deixe uma resposta