domingo , março 24 2019
Home / Destaque / Dinheiro da saúde foi desviado para financiar campanha eleitoral, segundo CGU e PF

Dinheiro da saúde foi desviado para financiar campanha eleitoral, segundo CGU e PF

A participação do deputado Pedro Bezerra (PTB-CE) no esquema é investigada, de acordo com os órgãos

Ao todo, são cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em cinco cidades do Ceará Isaac Macedo.

O dinheiro que seria destinado à área da Saúde do município de Juazeiro do Norte foi utilizado para financiar campanha eleitoral. A informação é do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Polícia Federal (PF), revelada com a Operação Graham Bell, deflagrada nesta quinta-feira (20). A operação apura a atuação do deputado federal eleito, Pedro Bezerra (PTB-CE), filho do atual prefeito do município, no esquema criminoso.

De acordo com a CGU e a PF, o desvio dos recursos públicos era realizado por meio de pagamentos feitos a empresas contratadas pela Prefeitura de Juazeiro do Norte. A operação investiga ainda “o uso de pessoas interpostas em quadro societário de diversas empresas que possuem contratos com a prefeitura ou de outras empresas subcontratadas, numa triangulação nas relações comerciais”, explicaram os órgãos em nota.

O deputado Pedro Bezerra (PTB-CE) se manifestou afirmando que a campanha eleitoral dele “teve as contas aprovadas sem nenhuma ressalva, sem nenhum questionamento”. Segundo Bezerra, o que acontece é um desdobramento de uma investigação sobre um deputado estadual não eleito. O deputado também disse que está à disposição da Justiça para qualquer esclarecimento necessário.

De acordo com a Polícia Federal, o grupo criminoso também fazia uso de “coação grave” sobre servidores públicos “para votarem e participarem ativamente na campanha eleitoral”  do então candidato ao cargo de Deputado Federal.

Ao todo, são cumpridos 17 mandados de busca e apreensão em Barbalha, Crato, Fortaleza e Viçosa do Ceará, além de Juazeiro do Norte. Participaram da ação 78 policiais federais e 8 auditores da CGU.

A Operação Graham Bell é resultado de análises em material apreendido na Operação Voto Livre, deflagrada no último dia 6 de outubro pela Polícia Federal, no Ceará, contra a compra de votos e utilização indevida da máquina pública.

Fonte: Diário do Nordeste

Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade.com

Deixe uma resposta