segunda-feira , setembro 24 2018
Home / Esporte / Cuca relata papo no intervalo, exalta reação e diz que dava para virar

Cuca relata papo no intervalo, exalta reação e diz que dava para virar

Fornecido por Areté Editorial S/A Jogadores do Palmeiras festejam reação no Allianz Parque – Eduardo Carmim / Photo Premium

O Palmeiras conseguiu buscar um empate improvável após sair perdendo por 3 a 0 para o Cruzeiro, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, e poderia ter feito ainda mais. Esta é a análise do técnico Cuca.

– Tivemos mais de 20 conclusões ao fim do jogo. Entraram três, mas poderíamos ter buscado o quarto, o quinto. Depois do terceiro, parece que ficou a sensação do dever cumprido, o medinho de tomar o quarto, mas acho que poderíamos ter buscado um pouquinho mais. Mas respeitamos o esforço absurdo que foi feito para buscar. Estamos no páreo de novo. O Cruzeiro decide em Minas e tem uma vantagem, mas ela já foi maior – disse.

O jogo começou a mudar aos 32 minutos do primeiro tempo, quando o Cruzeiro já vencia por 3 a 0 e Cuca fez sua primeira alteração: Fabiano deu lugar a Egídio. A entrada de Borja na vaga do machucado Guerra, no intervalo, fez a equipe deslanchar na busca pelos gols, mas a maneira como treinador abordou o grupo no vestiário também foi importante:

– Eu aprendi que, nessa hora, a última coisa que quem está por baixo e apanhando precisa é que batam mais. Como jogador, se estivesse tomando 3 a 0 em casa e o treinador me destruísse, eu estava morto. Eu fiz o contrário, dei confiança para eles. Disse: “Eu vou assumir tudo quando acabar, vocês estão isentos, mas vamos jogar, vamos nos organizar, buscar o jogo naturalmente. Quando sair o gol, a torcida vem, vocês vão crescer e vai sair o segundo, o terceiro”. Aconteceu já aos 21, saiu o terceiro gol. Estava um jogo interessante, frenético, gostoso de assistir. Fica um gostinho de quero mais, poderíamos ter ido além – comentou Cuca, que explicou a saída de Fabiano:

– Hoje o que fizemos foi uma troca pela necessidade de anular um pouquinho mais o lado esquerdo de ataque deles, e também para ter uma criação por dentro, que o Zé ajudou, participando do primeiro gol. O Fabiano não foi o responsável pelo resultado do primeiro tempo, e o pessoal até jogou por ele, porque como saiu ele poderia ter saído qualquer outro. Às vezes você faz uma mexida e acende alguma coisa, mostra que não está contente, tenta mostrar algo diferente. O Fabiano tem toda nossa confiança e vai continuar sendo utilizado – completou.

Lance

Postado: pelo Site caririverdade.com

 

Deixe uma resposta