segunda-feira , setembro 24 2018
Home / Esporte / Cristiano Ronaldo evolui melhor, Neymar atravessa o samba, e Real bate o PSG

Cristiano Ronaldo evolui melhor, Neymar atravessa o samba, e Real bate o PSG

Dez, nota dez! Essa deve ser a nota que o torcedor deu ao Real Madrid após ver a vitória de 3 a 1 sobre o PSG, de virada. Cristiano Ronaldo, com dois gols, evoluiu melhor no Santiago Bernabéu do que Neymar. O brasileiro passou em branco apesar de ter criado bons lances de perigo. Marcelo fez o outro gol merengue, enquanto Rabiot anotou para os franceses no jogo de ida entre as duas equipes pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

SITUAÇÃO DO CONFRONTO
Real Madrid e PSG voltam a se enfrentar no próximo dia 6 de março, em Paris. O jogo terá a transmissão ao vivo da TV Globo e GloboEsporte.com. Cristiano Ronaldo e companhia avançam às quartas de final até perdendo por um gol de diferença (seja qual for o placar). Um 2 a 0 ou outro marcador com diferença maior de três gols (3 a 0, 4 a 1, 5 a 2…) garante o time de Neymar. Novo 3 a 1 leva o duelo para a prorrogação, enquanto outro resultado maior do que esse, mas com dois gols de diferença (4 a 2 ou 5 a 3, por exemplo), avança o Real Madrid. Ou seja, matematicamente, os espanhóis, agora, estão mais próximo do sonho de conquistar a 13ª taça, do que os franceses a primeira.

Com Bale no banco, e Isco no meio, o Real Madrid começou a partida pressionando. Aos poucos, o PSG equilibrou o jogo, com Neymar puxando as principais jogadas ofensivas dos franceses. Depois de boas chances de lado a lado – Aréola foi um dos destaques com duas grandes defesas -, o PSG abriu o placar aos 33 com Rabiot, aproveitando o rebote de um cruzamento de Mbappé. Quando o jogo caminhava para o intervalo com a vantagem do time de Unai Emery, que barrou Thiago Silva (Marquinhos foi o capitão do time parisiense), pênalti para o Real aos 44. Pênalti claro – e infantil – de Lo Celso que puxou Kroos. Na cobrança, Cristiano Ronaldo bateu forte e igualou.

Na segunda etapa, o PSG passou a controlar mais o jogo. Aos nove, Rabiot chutou e a bola bate no braço de Sergio Ramos. O juizão italiano Gianluca Rocchi mandou o jogo seguir. Vendo os franceses em alta – apesar da péssima pontaria de Cavani e Mbappé -, Zidane sacou Isco e Benzema, que nada produziram, e colocou Vazquez e Asensio. E as substituições surtiram rápido efeito. Pouco menos de cinco minutos depois de entrar em campo, Asensio foi ao fundo e cruzou para Cristiano Ronaldo, de joelho, fazer 2 a 1 aos 38. Aos 41, Asensio deu nova assistência, dessa vez para Marcelo fechar o marcador.

Fonte: G1

Postado: Pelo site caririverdade.com

 

Deixe uma resposta