domingo , julho 12 2020
Home / Esporte / Ceará leva virada e empata em 2 a 2 com o Bahia nos minutos finais

Ceará leva virada e empata em 2 a 2 com o Bahia nos minutos finais

Equipe alvinegra caiu de produção na etapa final e foi buscar o empate aos 48 minutos No apagar das luzes, o camisa 7 empata no Castelão e comemora junto de seus companheiros Foto: Thiago Gadelha

Ceará empatou o 4º jogo seguido pela Copa do Nordeste neste sábado (15), dessa vez com o Bahia, por 2 a 2, na Arena Castelão. O placar foi aberto pelo Vovô aos 16 minutos com um belo gol de Vina, mas levou o empate aos 38 minutos após falha na marcação, deixando Gilberto livre para marcar. Na 2ª etapa, o mesmo camisa 9 virou a partida aos 26, mas o Alvinegro pressionou nos minutos finais e viu a igualdade no marcador chegar com Mateus Gonçalves, aos 48 minutos.

O jogo

A pressão alvinegra veio desde o 1º minuto. Liberando os laterais e com muita movimentação na faixa central, o Ceará começou avançando suas linhas contra um Bahia que não conseguia manter a posse.

A equipe de Roger Machado veio em um 4-2-3-1 que conta muito com a participação do centroavante Gilberto para fazer o pivô e esperar os extremos Rossi e Clayson. Porém, ambos estavam bem marcados tanto pelos laterais quanto pelos meias do 4-2-3-1 de Enderson Moreira. O meia central da equipe baiana, Élber, pouco tocou na bola.

Aos 16 minutos, Vina abriu o placar para o Vovô. O meia começou a jogada pelo centro, abriu para Leandro pela direita que achou Sóbis voltando como pivô. O camisa 11 ajeitou para Vina finalizar e acertar o ângulo esquerdo de Anderson. 1 a 0 para o Alvinegro.

Foi o 2º gol do camisa 29 com a camisa alvinegra em 2020Foto: Thiago Gadelha

Depois do gol, o Tricolor mal conseguia trocar passes, errando 3 em sequência. Sem a bola, foi capaz de segurar a pressão dos donos da casa, bem organizados na fase ofensiva. Porém, em uma falha de atenção no meio campo, a bola resvalou em Lima, sobrando para Gilberto superar Luiz Otávio na corrida dentro da área e finalizar de canhota sobre o goleiro Prass. Tudo empatado aos 38 minutos.

Antes da 1ª etapa encerrar, o meia Leandro Carvalho sentiu um desconforto e foi substituído por Mateus Gonçalves, que entrou pelo lado esquerdo do ataque, se associando com o lateral Bruno Pacheco durante as subidas.

Na 2ª etapa, o Bahia mudou de atitude. Élber voltou melhor, liderando o meio contra um Alvinegro que perdeu o ritmo de Vina do começo e viu Mateus Gonçalves errar muitos passes.

Em outro posicionamento ruim da linha defensiva, Clayson achou uma brecha pela direita para lançar a Gilberto, que superou na corrida o zagueiro Brock, driblou o goleiro Prass e tocou fácil para o gol vazio. Virada no Castelão aos 26 minutos.

Enderson lançou ao campo Felipe e Rodrigão, mas foi pouco efetivo no terço final, onde o Tricolor se fechou bem, esperando o gontragolpe. O Ceará abusou dos cruzamentos, sem sucesso em achar alguém disponível na área.

Porém, o criticado Mateus Gonçalves recebeu passe na área de Felipe Silva e teve o chute bloqueado por Juninho Capixaba, até que, na sobra, chutou mais uma vez, resvalando ainda em Juninho para igualar o placar aos 48 minutos.

Mateus entrou ainda no 1º tempo, recebeu vaias na torcida durante o 2º e igualou o placar nos minutos finais Foto: Thiago Gadelha

Antes do apito final, Leandro Carvalho levou dois cartões amarelos no banco de reservas por reclamações à arbitragem, sendo expulso.

O resultado deixa o Vovô na vice-lanterna do Grupo B da Copa do Nordeste, com 4 pontos. Apesar do empate, o clube cearense continua sendo um dos únicos da séria A ainda invictos em 2020.

O próximo compromisso alvinegro é contra o Oeste, nesta quarta-feira (19), pela Copa do Brasil, na Arena Barueri.

Fonte: Diário do Nordeste
Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade.com

Deixe uma resposta