domingo , março 24 2019
Home / Destaque / CE tem 89 mil idosos e deficientes que ainda não fizeram inscrição no CadÚnico. Sem cadastro, benefício pode ser suspenso

CE tem 89 mil idosos e deficientes que ainda não fizeram inscrição no CadÚnico. Sem cadastro, benefício pode ser suspenso

O Governo Federal fixou em 31 de dezembro a data limite para os idosos e deficientes de baixa renda que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) fazerem a inscrição no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais).

Quem não fizer a inscrição poderá ter o benefício suspenso, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social. No Ceará, das 269.000 pessoas contempladas com o BPC, 89.000 ainda não fizeram o cadastro, sendo que, desse total, 60.000 são beneficiários com algum tipo de deficiência.

Quem já fez a inscrição desde que o decreto foi publicado, não precisa fazer novamente. O cadastramento deve ser feito nos Cras (Centros de Referência da Assistência Social) ou nas Secretarias de Assistência Social dos Municípios.

O diretor de benefícios da Secretaria Nacional de Assistência Social, do  Ministério do Desenvolvimento Social, André Veras, será entrevistado, nesta terça-feira, 18, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), para falar aos mais de 89 mil beneficiários do BPC que ainda não apareceram.

O CadÚnico registra as informações como características da casa do beneficiário, a identificação e a escolaridade de cada pessoa que mora no local e, por exemplo, a situação de trabalho e renda. A inscrição também pode ser feita por outra pessoa que more na mesma casa do beneficiário do BPC, desde que leve os documentos de todos que residem com esse beneficiário.

Fonte: Ceará Agora

Postado: Pelo repórter Michel Dantas do site caririverdade.com

Deixe uma resposta