quarta-feira , setembro 26 2018
Home / Destaque / Aumenta o clima de tensão entre Raimundão e Arnon

Aumenta o clima de tensão entre Raimundão e Arnon

Fotos: Divulgação

A proximidade do dia 2 de outubro, dia da eleição, está motivando tensão entre candidatos a prefeitos de Juazeiro do Norte. Depois de denunciar o candidato Arnon Bezerra (PTB) pelo favorecimento pessoal de R$ 10 milhões das emendas como deputado federal, o prefeito Raimundo Macedo (PMDB) voltou a atirar na direção do candidato do Governo do Estado. Raimundão afirma que a operação da Polícia Federal (PF) na residência do seu filho, o empresário Mauro Macedo (Maurinho), teve a mão do adversário, com uso da força do Estado.

A afirmação, feita através das redes sociais, causou grande repercussão na coordenação da campanha de Arnon Bezerra, que logo rebateu. Assessores da campanha de Arnon, reconhecida como preferêncial para o Governo do Estado, informaram que o petebista respondeu que Raimundão deve se preocupar em explicar à PF o destino do dinheiro liberado pelo Banco do Nordeste (BNB) ao Shopping Juazeiro. O empreendimento pertence a Maurinho.

Continuando a série de ataques a Arnon, o marketing da campanha de Raimundão apresentou, em seu programa eleitoral, um “bicho preguiça”, fazendo menção a quem nunca fez nada por Juazeiro. A propaganda ilustra o insulto a Arnon quando coloca seu número ligado à imagem.

Por sua vez, a equipe de repercutiu a operação da PF. Na quarta-feira (14), agentes da Polícia Federal cumpriram mandatos de busca e apreensão, expedidos pela 16ª Vara Federal, seção Ceará, na casa de Maurinho. A “Operação Fratello” investiga fraudes na aplicação dos recursos provenientes de empréstimos destinados à construção do Shopping Juazeiro.

A denúncia é baseada em auditoria do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, antiga Controladoria da Geral da União (CGU). Segundo informações, a operação apura desvio de recurso do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste e estava pronta deste o dia 10 deste mês. A investigação, feita em parceria com o Ministério Público Federal (MPF), constatou modificações no projeto financeiro original da obra.

Segundo relatório da antiga CGU, o Shopping recebeu mais de 100% dos valores iniciais previstos e a obra continua inacabada. Na constatação da auditoria, a obra se encontra paralisada, apesar da previsão de conclusão para o ano de 2012. Foram repassados cerca de R$ 12 milhões a mais que o previsto no projeto inicial. Há indícios de superfaturamento, pagamentos a empresas do mesmo grupo empresarial de Maurinho e pagamentos a empresa de fachada.

Em entrevista, Mauro Macedo disse que desde o mês de julho, ele e seus sócios se colocaram à disposição da PF e do MPF para esclarecimentos. Segundo Maurinho, chegou a prestar os esclarecimentos no dia 15 de agosto. Para o empresário, a operação apenas obedeceu a mandado para colher documentos que venham a somar na investigação.

A “Fratello” apreendeu celulares, equipamentos eletrônicos, computadores e documentos. Apesar de não confirmada, circulou a informação de que entre os documentos estariam empenhos pertencentes à Prefeitura de Juazeiro. Sobre a informação Maurinho disse que não estava na posse de empenhos da Prefeitura. Ainda segundo o empresário, todas as documentações apreendidas se referem ao Shopping Juazeiro.

Arnon na frente

Um dia depois da operação da PF, dia 15, a TV Verdes Mares divulgou pesquisa Ibope sobre a corrida eleitoral em Juazeiro do Norte. Segundo a pesquisa, o candidato Arnon Bezerra (PTB)tem 36% das intenções de voto.

Em segundo lugar, apareceu o candidato do PDT, Gilmar Bender, com 17%; seguido pelo candidato do PSDB, Normando Sóracles (PSDB), com 12%. Fechando os quatro primeiros colocados, veio o prefeito e candidato à reeleição, Raimundo Macedo (PMDB), que apareceu com 11%. Abaixo dos 10%, aparecem Demontieux Fernandes (Psol) e Francisco Fabiano, com 4%; Flavia Soares (PRB), com 3% e Helaine Mendonça com 2%.

Postado pelo repórter Michel Dantas do Site caririverdade.com

Fonte: As informações são do Jornal do Cariri

Deixe uma resposta