terça-feira , setembro 25 2018
Home / Destaque / Adolescente tatuado na testa em São Paulo não tentou furtar bicicleta, diz tio da vítima

Adolescente tatuado na testa em São Paulo não tentou furtar bicicleta, diz tio da vítima

Vando Rocha reiterou que, mesmo que o sobrinho tivesse furtado a bicicleta, a ação do jovem não justificaria “o absurdo” feito pela dupla, Adolescente de 17 anos sofre com a dependência de álcool e drogas, segundo o tio Foto: Reprodução / Youtube

Tio do adolescente de 17 anos que teve a testa tatuada com a frase “eu sou ladrão e vacilão”, Vando Rocha negou que o sobrinho tenha tentado furtar a bicicleta de um homem sem perna. O jovem foi tatuado pela dupla Maycon Wesley Carvalho dos Reis e Ronildo Moreira de Araujo, em São Bernardo do Campo (SP), na sexta-feira (9), sob a acusação de que teria tentado levar a bicicleta.

Em entrevista ao programa Timeline Gaúcha, Rocha relatou que o sobrinho sofre com a dependência de álcool e drogas. Ele ainda reiterou que, mesmo que tivesse furtado a bicicleta, a ação não justificaria “o absurdo” feito pela dupla, que está presa desde a madrugada de sábado (10) por tortura. Segundo o site G1, o crime ocorreu nas escadarias de uma pensão na cidade da região metropolitana de São Paulo, onde o adolescente teria sido obrigado a sentar em uma cadeira de plástico do lado da porta de acesso a uma lavanderia do local.

Infelizmente, ele é usuário de drogas, estava alcoolizado, viu a porta aberta, entrou e parou na bicicleta. Quando a bicicleta caiu e ele foi pegar para levantar, o rapaz (vizinho da pousada) viu. Achou que ele estava roubando, chamou o tatuador e nessa já prendeu o moleque, perguntando se ele queria fazer uma tatuagem. Ele, meio alcoolizado e na inocência, falou para os caras que poderiam fazer a tatuagem — conta Rocha.

Postado: pelo Site caririverdade.com

G1

Deixe uma resposta