Polícia Militar prende trio armado suspeito de pichações com ameaças a moradores na AIS 03

0
7

Uma ação rápida da Polícia Militar do Ceará (PMCE) resultou nas prisões de dois homens e uma mulher, suspeitos de realizar pichações com ameaças para que moradores da rua São Cipriano, no bairro Barroso, na Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3), deixassem suas casas. A ação ocorreu na noite de ontem (04), no bairro Passaré, em Fortaleza. Junto com os suspeitos foram apreendidas duas armas de fogo, balanças de precisão e entorpecentes.d82d7f01-184f-4f84-b572-92cc87e9aabc - Cópia (2)

Uma equipe do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) estava realizando patrulhamento, quando foram informados via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) que havia um grupo suspeito de tráfico de drogas em uma residência. Os militares se deslocaram para o local informado e fizeram um cerco. Ao bater no portão, viram que algumas pessoas pularam a janela e saíram correndo para o quintal. Os policiais iniciaram uma perseguição e conseguiram capturar três suspeitos.

Arlen Sousa Ferreira (24), que já tinha passagens por roubo e tentativa de homicídio; Rhuan Alberto Oliveira Conceição (20) e Marcela Sena Fraga (34), ambos sem antecedentes criminais, foram encontrados deitados no chão do quintal da residência, debaixo de uma pia. Com os suspeitos, os PMs apreenderam uma mochila contendo um tablete de maconha, papelotes de cocaína, duas balanças de precisão, uma pistola, carregador e munições calibre. 380, um rifle calibre. 44, três balaclavas e uma pequena quantia em dinheiro.Sem título

A ostensiva contou com o apoio de uma viatura do Comando Tático Motorizado (Cotam). Os presos foram encaminhados para o 13º Distrito policial, onde foram autuados por porte ilegal de arma, tráfico e associação para o tráfico de drogas. As investigações acerca das pichações com ameaças seguem até que todos  os envolvidos sejam identificados e capturados.

Vale ressaltar que a população também pode auxiliar nos trabalhos policiais. Denúncias sobre práticas delituosas podem ser feitas para o disque denuncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), pelo número 181. O sigilo é garantido.

Fonte: SSPDS

Postado: pelo Site caririverdade.com

SEM COMENTÁRIOS