Garota albina ultrapassa conceito e quebra padrões de beleza

0
32

A mexicana Ruby Vizcarra, de 24 anos, que nasceu com albinismo, tornou-se uma modelo apesar da sua aparência incomum nas passarelas.

De acordo com o Daily Mail, durante sua infância e adolescência, Vizcarra teve que enfrentar bullying por causa de sua pele e cabelo incrivelmente brancos. No entanto, ela aprendeu a aceitar sua aparência visual e agora é modelo, mostrando ao mundo a beleza do povo albino.

“O albinismo é uma condição genética que consiste na falta de pigmento [melanina] na pele, nos cabelos e nos olhos, as pessoas com albinismo são muito sensíveis ao sol e às luzes fortes, temos uma visão reduzida. Somos como qualquer outra pessoa “, explicou Ruby ao se descrever em uma publicação no Facebook.

A jovem nasceu albina, bem como sua avó, sua irmã e sua tia, mas ninguém explicou por que era tão diferente e que era normal, acrescenta ela no artigo.

Ela também não sabia como lidar com bullying na escola, onde seus colegas da turma a chamavam de “fantasma” ou “estranha”.

“Eu me vi como um fenômeno, não sabia o que era o albinismo”, explicou no Facebook. “Eu sempre me perguntei: ‘Por que nasci tão branca?’, ‘Por que era difícil para eu abrir meus olhos quando havia sol e olhar de longe?’, ‘Por que as pessoas me olham o tempo todo?”.

Tudo isso fazia com que a moça ficasse deprimida e que fugisse das pessoas. Ela escondia seu aspecto físico com maquiagem e pintando o cabelo.

Quando cresceu, tudo mudou e Ruby não só aprendeu a cuidar de sua aparência, mas também decidiu mostrar isso ao mundo.

Agora, a jovem trabalha para revistas e campanhas publicitárias e tem mais de 17 mil seguidores no Facebook. Ele também fundou a organização chamada Latino Albino Movement, para apoiar aqueles nascidos com este transtorno genético. Com informações do Sputnik.

Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO

Postado: Pelo site caririverdade.com

 

SEM COMENTÁRIOS