Rock in Rio: Elba Ramalho entoa primeiro ‘Fora, Temer’ ao microfone

    0
    342

    Fabio Motta/Estadão O Grande Encontro reúne Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença no terceiro Palco Sunset

    RIO – Reunidos novamente numa turnê conjunta depois de 20 anos, Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo vêm fazendo shows pelo País há um ano. No Rock in Rio, mostraram que voltaram a dar liga. Uma sequência de sucessos das carreiras dos três, a começar por uma versão de Anunciação na pressão, além de SabiáDia Branco,Bicho de Sete CabeçasTáxi LunarMorena Tropicana e La Belle de Jour fizeram o enorme e empolgado público do Palco Sunset ferver e cantar em coro.d82d7f01-184f-4f84-b572-92cc87e9aabc - Cópia

    Ligados desde os anos 1970, quando vieram para o Rio para viver de música, os três, com Zé Ramalho, se juntaram no quarteto batizado de O Grande Encontro em 1996. Os discos gravados venderam mais de um milhão de cópias. Alceu foi e voltou. Zé Ramalho não quis retornar. Em setembro do ano passado, ao retornarem, a paraibana e os dois pernambucanos disseram que queriam se divertir e celebrar suas trajetórias artísticas.

    Foi o que fizeram no show desta sexta-feira, dia nordestino no Sunset, com representantes da Bahia à Paraíba. O trio contou com o apoio da Banda de Pífanos Zé do Estado, de Caruaru, para dizer a que veio à Cidade do Rock. O Grupo Grial de Dança desembarcou de Recife para mandar ver no frevo. O show se encerrou num carnaval setembrino, ao som de “Banho de cheiro” e “Frevo mulher”, homenagem a Zé Ramalho, que já havia sido lembrado em “Chão de giz”.

    A apresentação teve espaço para a defesa da Amazônia e um grito contra a corrupção e o goveno do presidente Michel Temer (PMDB). “Que esse amor que vocês estão semeando se espalhe, para compensar as mazelas dos homens do poder. Que a gente possa cantar para adormecer as crianças e acordar os homens. Viva o Brasil e fora Temer e todos os políticos corruptos!”, bradou Elba, com endosso do público. Foi a primeira artista do festival a gritar “Fora Temer” ao microfone – outros o fizeram de maneira menos enfática.

    Estadão

    Postado: pelo Site caririverdade.com

    SEM COMENTÁRIOS